sábado, 16 de dezembro de 2017

SERESTEIROS NO GUARUJÁ








Na primavera as lindas flores brotam
O crepúsculo reflete na janela
O sol, e água do mar se beijam
Guarujá, tuas paisagens são belas!
As visitas se embriagam de amor
Mar, e a floresta mundo encantado
Quando o dia se despede da noite
A lua aparece, e o sol fica extasiado.

Existe um encontro entre o céu e mar
Vivem como namorados na praça
Sob meia lua com o ar primaveril
Some a claridade, eles se abraçam.

Com seresteiros a cidade acorda
Eles homenageiam Guarujá
Com a música Aquática de Händel
As crianças cantam: DÓ, RÉ, MI, FÁ.





   
                               




ÚLTIMO BEIJO


Nas montanhas morava uma índia
Perseguida pelo um caçador
Ela vivia uma história muito linda
                      Mas mataram o seu grande amor.

As lágrimas, e o coração alado
O corpo estava coberto com jasmim
Deu ultimo beijo no seu amado
O amor era infinito não tinha fim.

A cena foi celebrada pelos animais
                      Cantaram com notas deslumbrantes
                      Amor tão puro, não existiu jamais.
                      Os pássaros ficaram saltitantes