domingo, 18 de fevereiro de 2018

O RUMO DA ÁGUIA








A vida é feita de sonhos que duram como a neblina.

A busca de pedras preciosas como prata, e ouro

Tudo é bom, quando as coisas más se eliminam.

A fé, bondade, e o amor se definem um ”todo”


O deserto é o caminho, o sacrifício ao Senhor.

Sangue fora derramado entre os pedregulhos

A preguiça e vaidade não combinam com suor

Nada vale a riqueza, com tanto orgulho.



Quem é forte não lamenta nunca desiste.

Agradeça os poucos dias ensolarados

A águia, não perde o rumo, ela persiste

A preguiça é a razão  dos maus humorados.