Postagens populares

sábado, 26 de outubro de 2013

VÂNDALOS!

                                Ele não faz parte da nobreza
Já esmolou.  Pediu a Deus um futuro
Jamais teve inveja ou avareza,
Triste desatino come no monturo.

Pela vida é apaixonado
Vê noites de lua e o esplendor,
Dorme na praça em um banco vago
Alguém irado lhe chama, acorda Doutor!

Olhares oblíquos para o mal persistem
Tudo que praticam é ilegal,
Deus, o céu, a lua, para eles não existem?  
Não acham o amanhecer sobrenatural?

Vândalos enxotam o mendigo brutalmente...
Nas noites frias e tristes lhe atiçam,
Tocam fogo e riem cinicamente
Ali jaz o sangue inocente clamando por justiça...


Postar um comentário