quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

VÍTIMA DESTE MUNDO






  Na luta dos espermatozoides venci.A vida é uma dádiva de Deus, uma glória...Fui escolhido entre milhões e nasci
Agradeço a Deus essa vitória. Fiquei nove meses no ventre escondido.Ouvia tudo não era surdo nem mudo...Pedia a paz, mas não foi concedido,Eu não queria ser vítima deste mundo. A vida é complexa não vivo por acaso.Semeio o amor vejo o campo florirNa primavera sirvo de vaso,Missões que sempre hei de cumprir.
 Aqui enfrento luta e provaçãoNão sou tão bom nem tudo mereçoRecebo de acordo com minha açãoNa dor e na tristeza também cresço.