Postagens populares

domingo, 30 de novembro de 2014

SOU NATURAL NO QUE ESCREVO



              Gosto de escrever o que eu sinto na alma, e no coração. Nessa hora, nasce dentro mim, uma nova criatura que ama, sofre e ressuscita os personagens quando necessito. O drama é formado com muita responsabilidade, em respeito aos meus leitores que tanto valoriza os meus livros.       Tenho uma amiga, que por alguma razão não pode ir a minha noite de autógrafos. Mas no dia seguinte, chegou a casa com um vaso de flores, para me homenagear e comprar meu livro.  Quem disse que ela quis que o oferecesse de presente? Ainda trouxe-me de cor e salteado o meu segundo livro muito emocionada com lágrimas nos olhos. Isso para mim é demais gratificante escrever horas e horas. Criar personagens que  tenham vida como todos nós. Desejo levar meus leitores em países aonde nunca eles  foram, e sentimentos que nunca tiveram coragem de falar para alguém. Escrevo o que público leitor gosta. São personagens com vida que emocionam com suspenses. Escrevo para as pessoas que acreditam  que a vida ainda existe a  felicidade,  e tem que ser vivida. 
Postar um comentário