Postagens populares

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015



                   Olá amigo, tudo bem?

               Sabe quando  falamos olho, no olho,  sem piscar? Veja-me assim nesse momento desejando-lhe, um Ano bem Novinho cheirando a felicidades, isto é, em todo aspecto de sua vida. Não quero vê-lo triste nenhum momento desse Ano Novo. Nada de palavras complexas, porque quando vêm da alma,  elas saem  solta  sem interrupção.Agradeço a você que visita meu Blog o ano inteiro.Ops! A você que nunca visitou  também.Claro, não é todo mundo que gosta de um monte de palavras românticas: Poesias, crônicas, romances. Felicidade  para você amigo (a) porque somos vencedores  em Jesus Cristo! 
www.blogescrevo.blogspot.com.br

O SERTÃO







Matos secos, cactos e arbustos.Nem para sagüis existem bambusAs arvores desgalhadas sem frutosBoi morto rodeado de urubus.

Gemidos tristes de carros de bois.
No monte as cabras sedentas berram
Saiu o menino com a enxada e foice,
Para capinar no alto da serra.

Plantou milho e preparou uma cerca
Há tempo não ouvia o ronco do pilão
Viu a esperança na palha seca,
Veio farta chuva, e regou o sertão.



quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

OS PACIENTES



Em surtos eles vivem em hospitais
Com depressão, que chega a loucura.
Alguns pacientes sofrem danos morais
Por pessoas insanas e imaturas.

Os cuidados da medicina são limitados
Exige do profissional a paciência.
Eles vêem os médicos criaturas alados
Pode ser insanidade ou carência.

Os pacientes balbuciam palavras banais
Seus olhares são penetrantes de temor
As mentes turvas pelos efeitos colaterais
A Prescrição para  a cura, é carinho e amor.