quinta-feira, 27 de outubro de 2016



 Na floresta passava um lenhador
 Viu muitos pássaros sob as árvores ressequidas.
 Os troncos estavam cheio de cupim destruidor
Havia muitas folhas secas, no chão caídas.

O lenhador com  intento de cortar as árvores
Mas   foi recebido  com boas vindas 
Fizeram- lhe  alegre sinfonia. 
Os pássaros prudentes valorizaram a vida.
Ficou sensível   seu coração
Ao ouvir as notas musicais no ninho
O lenhador desistiu de sua ação
Agora amava a natureza e os passarinhos.